comes e bebes

Dicas de Brunch no Rio de Janeiro

Publicado em:

O que significa Brunch?

Brunch é a junção de Breakfast (café da manhã, em inglês) + lunch (almoço, em inglês). É servido entre as duas refeições, normalmente entre 11 horas da manhã e 15 horas da tarde, podendo começar um pouco antes e terminar um pouco depois. Algumas pessoas gostam de definir o Brunch como um café da manhã tardio ou um almoço mais cedo.

Embora atualmente o Brunch esteja super em alta, engana-se quem pensa que é apenas uma moda passageira. O brunch data do século 19 e até hoje (e cada vez mais) faz parte dos menus de muitos restaurantes pelo mundo todo.

Como e onde surgiu o Brunch?

Você também achava que o Brunch era coisa dos americanos né? Mas não! A origem do brunch é de 1895, quando um escritor britânico chamado Guy Beringer sugeriu uma nova refeição combinando café da manhã e almoço, com o objetivo de poder dormir algumas horas a mais durante o fim de semana de bebedeira e acordar no domingo com uma refeição pra curar a sua ressaca (alguém se identifica? :p)

O chá e o café já eram as bebidas matinais da época, mas Beringer sugeriu que deveria começar com elas e adicionar também doces, comidas mais pesadas e bebidas alcoólicas para que pudessem continuar com as comemorações da noite anterior, mas com a vantagem de ter uma boa comida junto. Mas foi, na verdade, a classe alta que comprou o conceito pela primeira vez. Os nobres britânicos da era vitoriana incorporaram o brunch em suas rotinas de fim de semana como uma forma de socializar após uma manhã de caça.

Em uma revista de sátira da época, a edição de 1896 fez até um comentário sobre o brunch, como pode-se ver nesse link.
Nele está escrito:

Para estar na moda hoje em dia temos que “brunch”. Verdadeiramente uma excelente palavra de bolso, introduzida, aliás, no ano passado, pelo Sr. Guy Beringer no agora extinto Hunter’s Weekly, e indicando uma combinação de café da manhã e almoço. Em Oxford, no entanto, há dois anos, foi feita uma distinção importante: A refeição combinada, quando mais perto da hora usual do café da manhã, é “brunch”, e, mais perto do almoço, é “blunch”. Por favor, não se esqueça disso.”  

O brunch se tornou popular e o conceito demorou mas acabou chegando na América. E na década de 1920, muitos estados já haviam desenvolvido sua própria cultura de brunch.

O New York Times publicou um artigo em 1939 declarando que o domingo era oficialmente um dia de apenas duas refeições. Já na década de 60, livros de receitas foram lançados sobre brunch e na década de 90 muitos restaurantes americanos começaram servir brunch aos sábados também, graças ao seriado Sex in the City que ajudou a popularizar ainda mais o conceito.

Hoje é um programa muito comum nos fins de semana e feriados, mas muitos estabelecimentos servem brunch todos os dias e o dia todo, e existem restaurantes especializados em brunch.

Eu, que amo um brunch, agradeço ao Beringer pela invenção e aos que perpetuaram essa tradição e nos permitiram saborear essas dicas de Brunch no Rio de Janeiro que virão a seguir.

Brunch no Rio de Janeiro que fui e gostei

Brunch do Copacabana Palace – Pérgula

Um dos brunchs mais famosos da cidade, o Brunch do Copacabana Palace acontece todos os Domingos no restaurante Pérgula. Fartura e variedade são as características que melhor descrevem o brunch do Copa. O Salão do Pérgula, fica de um lado em frente a piscina do hotel e do outro, em frente para o calçadão mais famoso do mundo, com mesas na parte interna do salão. O brunch é aberto para não hóspedes.
O salão é lindo, com paredes pintadas a mão e mobiliários elegantes. O menu é bem variado, uma grande mesa lateral de antepastos, uma mesa central com comidas variadas, uma estação de massa, ceviche, risoto e grelhado feito na hora e outra mesa lateral de sobremesa com muitas opções deliciosas. Muito frutos do mar, água, espumante e drinks. Tudo a vontade, de 13h às 16h.
A comida é bem gostosa e o preço é alto. Mas é o Copacabana Palace. Está embutido no valor tudo que envolve a magia de estar no hotel mais icônico da cidade. Acho que vale a pena conhecer, mas não é um brunch para todo fim de semana e sim para uma ocasião especial. Na minha opinião, apesar da fartura e variedade, falta opções de breakfast para ficar completo. Só tem opção de comida para almoço. Para ser um brunch mesmo, pra mim, precisa ter um eggs benedict, um avocado toast, uma panqueca, um waffle, algo para iniciar que puxe mais para o café da manhã, para depois entrar na parte do almoço. Achei também que podia ter opções de bebidas não alcoólicas, como sucos. Fora isso, comida gostosa, ambiente muito agradável, atendimento excelente e o Copacabana Palace de pano de fundo. No final ainda rola uma subida no terraço acima do restaurante que tem vista de um lado para a praia e do outro para a famosa piscina do Copa, pra tirar umas fotos de lembrança! 🙂
Precisa de reserva antecipada.

Copacabana Palace – Av. Atlântica, 1702 – Copacabana
R$320 + taxas

Brunch do Hotel Emiliano – Emile

O Brunch do Hotel Emiliano é servido no Restaurante Emile, no primeiro piso do hotel. O restaurante é intimista e tem dois ambientes. Uma parte a meia luz e outra mais clara, iluminada por uma clarabóia no teto, e rodeado de plantas. O Brunch do Emile funciona com o menu dividido em partes, de onde vamos escolhendo as opções e fazendo os pedidos ao garçom que vai trazendo conforme nossos pedidos. Começamos com  a cesta de pães artesanais e croissants, depois fizemos as escolhas do breakfast, como eggs benedict, croque-monsieur, croque-madame, waffles, sorbet de açai e pitaya. Depois seguimos para a parte do almoço, como opções de mini porções como saladas, arroz cremoso de bacalhau, polenta, rigatoni, moqueca de lagosta, entrecote grelhado com purê de queijo canastra, arroz negro de pato, picadinho de carne com pure de banana da terra e farofa de bacon, dourado com pupunha. Por fim opções de sobremesa, mas preferi a parte salgada. Achei a variedade e mistura de opções de café da manhã e almoço bem gostosa e com ótimas opções. Além disso tudo, espumante, vinho, sucos naturais, refrigerante e água a vontade. Ambiente muito agradável, comida ótima, atendimento cordial, preço alto mas justo pelo que oferece. Mais uma ótima opção de brunch para ocasiões especiais.

Hotel Emiliano – Av. Atlântica, 3804 – Copacabana
R$265 + 13% taxa de serviço

Nusa Café

Estava andando na rua quando olhei e reparei a fachada que nunca tinha visto. Tinha um abacate na logomarca e eu já gostei de cara. A decoração era linda, aconchegante, tirei uma foto, cheguei em casa mostrei pro Vini e falei: vamos lá agora? Fomos! Estava recém aberto, no soft opening. Pedi bowl de açaí e um avocado toast e morri de amores com a comida e com a apresentação! Desde então, já fui várias vezes e já levei várias pessoas pra conhecer. Já experimentei outras coisas, como o waffle de pão de queijo, a granola da casa, outros tipos de toast, com salmão, com bacon, smoothies, bolo de banana com chocolate, e não tem nada que não seja maravilhoso! Um lugar perfeito para um brunch delicioso, colorido, lindo e instagramável em qualquer dia da semana (menos segunda, porque é o dia de descanso deles).

R. Vinícius de Moraes, 129 – loja B – Ipanema
https://www.instagram.com/nusacafebistro/

Gringo Café

Quase do outro lado da rua do Nusa, o Gringo Café é mais antigo e é tradicional em Ipanema. Um típico brunch americano, com panqueca, eggs benedict, waffle, bagel, bacon e muito mais. Uma lojinha pequena, com mobiliário retrô e que está sempre cheia. Por isso demorei um pouco pra ir. Deixei pra ir em um dia de semana, já que eles servem o menu todos os dias, o dia todo. No menu também tem drinks de brunch como mimosa, sangria, espumantes, além de outras opções para todos os gostos. Eu amei!

R. Barão da Torre, 240 – A – Ipanema
https://www.instagram.com/gringocafeipanema/?hl=pt-br

Empório Jardim

Com 3 lojas atualmente, o Empório Jardim oferece um brunch maravilhoso em que você recebe uma ficha com todas as opções (mais de 90 itens) da casa e marca os itens que você quer. Tem de tudo um pouco e você monta o seu próprio combo de acordo com sua fome e com a sua vontade. Vai desde pão na chapa até eggs benedict, bagel, iogurte, ovos marroquinos, pão de queijo gruyére, etc… Eles servem o menu o dia todo e tudo e por isso pode ser uma opção de brunch, e é uma delícia. Também tem o menu do almoço para quem quiser opções mais consistentes, além dos itens de breakfast. Confira o menu do Empório Jardim aqui.

Rua Visconde da Graça, 51 – Jardim Botânico |  IMS – Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea | Rua Maria Quitéria, 62 – Ipanema
https://www.instagram.com/emporiojardimrio/

Fresh & Good

Fiquei na dúvida se incluía o Fresh & Good aqui, pois não é exatamente Brunch já que só serve as opções desse menu até meio dia. É mais um café da manhã tardio, porém servem drinks de brunch, como mimosas. E achei as opções bem gostosas. Comi um waffle de pão de queijo com creme de grana padano e bacon que estava divino. E também pedi um açaí batido com banana e mel, muito gostoso também. As opções de almoço também são deliciosas. Provei o Parmegiana com linguini, bem saboroso. O restaurante é uma graça e o atendimento é ótimo.

Rua Garcia d’Avila, 56 – Ipanema
https://www.instagram.com/freshandgood/?hl=pt-br

 

Coltivi

Já estava namorando o Brunch do Coltivi há muito tempo. Fui recentemente e gostei bastante. O restaurante fica em uma casa super charmosa em Botafogo e o Brunch acontece nos fundos, em uma área linda, cheia de plantas e árvores, com teto transparente, permitindo uma iluminação 100% natural. Achei o menu pequeno, porém tudo que tinha era delicioso. Ou pelo menos tudo que experimentamos, que foi quase o menu inteiro hehe. Foi difícil escolher pois eu amo todas as opcões do menu: eggs benedict, bagels, chili beans, entre outras delícias.
Os funcionários são super simpáticos. No dia que eu fui estava lotado, então estava um pouco demorado e algumas coisas tínhamos que pedir mais de uma vez pois acabavam esquecendo, mas não foi um problema. Por fim comemos 2 sobremesas que estavam bem gostosas também. Vimos várias mesas pedindo um croquete que estava com uma cara ótima mas não aguentávamos mais nada. E não vimos também esse croquete no menu de Brunch. Acho que é uma entrada do menu do almoço. Achei o lugar super aconchegante e recomendo.
A noite, o restaurante serve pizzas que dizem ser deliciosas. E também tem opções para intolerantes da glúten.
Indico reservar com antecedência.
O brunch é servido aos sábados e domingos, de 10h às 16h.

Rua Conde de Irajá, 53 – Botafogo
https://www.instagram.com/coltivi/

 

Arp Bar de Praia

Em frente a praia, num hotel charmoso e uma fama de ter a panqueca mais gostosa do Rio de Janeiro. Claro que fui conferir. Quem me conhece sabe que não dispenso uma panqueca. Demorei, mas fui. Estava ventando demais no dia, por isso as mesinhas da área externa, de frente pro mar, não estavam sendo usadas. Sentamos lá dentro. O espaço é grande e a decoração é bem bonita, todo de madeira, que dá um aconchego, e decoração náutica. Chegamos tarde, e só lá descobri que na verdade não servem brunch e sim um menu de café da manhã e vai até 12h. Mas tem muitos itens deliciosos e bem típicos de brunch, então achei que valia a pena incluir aqui como uma opção de brunch que termina mais cedo. Se chegar até 11h30 é tranquilo pedir os itens desse menu, que são deliciosos. Também servem almoço, mas eu nunca fui. 

Av. Francisco Bhering, 50 – Ipanema
https://www.instagram.com/arpbar/

 

Quitéria Café

O brunch do Quitéria café foi o mais recente que experimentei. E entrou pra lista dos melhores!
Localizado no restaurante do hotel Ipanema Inn, o brunch é servido todos os dias até 12h e o menu, assinado pela chef Alexandra Maidana, oferece opções deliciosas como Eggs Benedict, sanduiches, açaí, panqueca, tudo muito gostoso! O ambiente é bem tranquilo e apesar de ser o restaurante que atende os hóspedes do hotel, ele é aberto ao público.


Maria Quitéria, 27 – Ipanema
https://ipanemainn.com.br/quiteria/

 

La na Bica

Em uma esquina charmosa do Jardim Botânico está o La na Bica, uma casa de brunch e café da manhã que também é um empório que vende varias produtos artesanais pra levar pra casa. A casa é uma graça, com uma decoração super aconchegante, fofa e um menu muito gostoso.
Foi difícil escolher entre tantas delícias. Fomos na sugestão do rapaz que nos atendeu, super simpático e atencioso:  pão de queijo (um dos melhores que já comi), eggs benedict e misto-quente. 
Para quem curte um brunch com tudo que tem direito, não esqueça de pedir uma mimosa pra entrar no clima!
O legal é que no La na Bica o brunch funciona o dia todo. 


Rua Jardim Botânico,585 – Jardim Botânico
 https://instagram.com/la_na_bica

 

Leia também: 6 experiências gastronômicas diferentes no Rio de Janeiro
Leia também: Onde comer no Rio de Janeiro
Leia também: Apê da Lapa: a melhor experiência gastronômica no Rio de Janeiro
Leia também: Melhores hamburguerias do Rio de Janeiro

Brunch no Rio de Janeiro que não fui mas quero conhecer

Esses são os Brunchs no Rio de Janeiro que estão na minha lista para conhecer. Conforme for indo, vou escrevendo sobre eles e colocando na lista de cima. Tem algum que você conhece e não está no post? Me indica nos comentários para que eu possa conhecer e incluir aqui!

Prosa na Cozinha

Bistrô da Glória

Espaço 7zero6

Fairmont Hotel

Vila Santa Teresa Hotel

Braseiro Atlântico – Fashion Mall


Está sem tempo para pesquisar e montar a sua viagem? Entre em contato, que preparamos um Roteiro Personalizado pra você!

 RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG 

Onde dormirReserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Onde alugar carroPrecisa alugar um carro? Na RentCars  a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Onde comprar ingressosGaranta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! O TicketBar oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções! 

Seguro viagemE não esqueça do seguro viagem. Na  Seguros Promo o pagamento pode ser  em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigada! =)

por Marianne Rangel

Meio carioca, meio niteroiense, é apaixonada por viagens, mapas e pôr do sol. Jornalista de formação, largou seu emprego estável onde trabalhava para viajar, e foi viver a vida incerta de travel blogger. Hoje viaja para trabalhar, e é muito mais feliz!

2 Comentários

Ray

Adorei!!! Bom saber que estive em quase todos com vc! Hahahaha
Temos que conhecer os outros!

responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.