atrações

Ilha Grande além do clichê

Publicado em:

Nasci e cresci no Estado do Rio de Janeiro e até os 38 anos nunca tinha ido para Ilha Grande. Sim, é inacreditável que uma pessoa que ama viajar, como eu, e conhece tantos lugares no mundo, nunca tivesse passado uns dias por lá.

Nunca fui de acampar e na minha adolescência, quando a galera viajava pra Ilha Grande, era no esquema roots de acampamento e eu e minhas amigas mais próximas íamos mais pra Búzios, pois uma delas tinha casa lá. Então Ilha grande nunca entrou na minha rota, embora eu sempre tenha tido vontade de conhecer.

Até que veio a pandemia e depois de 1 ano sem viajar, uma amiga que ia tirar férias me chamou pra fazer algo por perto, com mais contato com a natureza, sem precisar pegar avião… E foi aí que pensei imediatamente em Ilha Grande!

Hoje Ilha Grande tem uma oferta enorme de pousadas de todos os tipos. Reserve a sua aqui!

Ilha Grande além do Clichê

Escolhemos ir dia de semana, pra evitar pegar a ilha cheia. E por ser um lugar muito popular para quem mora no Rio de Janeiro e em São Paulo, quis fazer um passeio menos famoso, para evitar contato com muitas pessoas.

Assim que pisei na Ilha, a Mônica, da Top Transfer (que foi a empresa de transfer que contratamos para ir do RJ até Ilha Grande), estava nos esperando.

A primeira coisa que falei com ela foi:
“Qual o passeio mais diferente que vocês oferecem por aqui?”
E ela sem pensar duas vezes respondeu:
“Gruta de Acaiá, sem dúvida!”
“É esse que eu quero”, eu disse a ela.

E foi assim que no dia seguinte embarcamos na lancha do Alex rumo a um dos passeios de lancha mais legais que já fiz na vida!

A previsão do tempo não era boa para os dias que eu estaria lá. O melhor dia seria esse que escolhemos fazer esse passeio. O resto dos dias seria de chuva.

Abri mão de conhecer Lopes Mendes, Aventureiro, Ilhas Paradisíacas, Lagoa Verde, Lagoa Azul e tantas outras praias famosas na região para arriscar um passeio que não tinha visto em nenhum blog durante as minhas pesquisas sobre “O que fazer em Ilha Grande”.

E a única coisa que posso falar é que não me arrependo nem um pouco!

Gruta do Acaiá, em Ilha Grande

A Gruta do Acaiá é uma cavidade formada por uma estreita passagem de cerca de 5 metros de profundidade, que leva a um salão subterrâneo de 60 cm de altura. Nele há um poço de água do mar, com um túnel submerso, por onde penetra a luz do sol, provocando o fenômeno da fluorescência na água.

Visitar a gruta é programa para quem gosta aventura e não tem claustrofobia. Para chegar ao seu salão, é preciso descer uma escada improvisada na pedra e se arrastar por uma fenda estreita e escura (mas o Alex vai na frente com uma lanterna na cabeça e você pode ir com a lanterna do celular também).
Dá medo? No início sim! Mas essa parte é muito rápida e a recompensa vem já na metade do caminho, quando dá pra avistar um azul elétrico tão surreal, que se, por algum momento, você se arrepender de ter descido, imediatamente esse arrependimento passa.

Dizem que o ideal é ir em dia de sol, mas vou te falar que o dia que fui estava nublado e a água estava fluorescente de doer os olhos.

Existem algumas empresas que levam até lá mas eu indico de olhos fechados o Alex por diversos motivos:

  • A lancha dele é nova, limpa e cabem poucas pessoas.
  • Ele é super gente boa, educado, conhece a gruta e todos os outros pontos do passeio como a palma da mão e passa muita confiança. Ele nos acompanhou em todo o trajeto na gruta, segurou cada um na hora do mergulho na água fluorescente para ver um aquário natural incrível que se forma no fundo, tirou fotos lindas da gente na gruta e ainda atravessou a gruta com minha go pro fazendo um filme irado, já que eu fiquei com medo de atravessar a gruta por baixo d`àgua. Ele faz apneia e está super acostumado.
  • O passeio que ele faz tem uma rota exclusiva, criada por ele recentemente, que vai além da gruta. Paramos em várias praias lindas e vazias, só pra gente.

Trago verdades: uma notícia má e uma boa!

A má notícia é que entrar na gruta não é um passeio para todos! Se você tem claustrofobia, não curte lugares escuros e  programas mais aventureiros, esqueça a gruta. Eu lamento muito, porque é um dos lugares mais lindos que já vi! Mas entendo os medos de cada um. 

Mas a boa notícia é que o passeio com o Alex é mais do que a Gruta do Acaiá. E você pode fazer o passeio e curtir muito as praias que são lindas, e na hora da gruta ficar na lancha ou mergulhando em volta, aguardando quem quiser conhecer a gruta.

Caso você entre na gruta, tenho algumas dicas que vão fazer toda a diferença na sua experiência:

  • Vá de short (leve um short que você não se incomode que fique sujo ou que arraste na pedra).
  • Se tiver aquelas blusas de praia de manga longa também ajudam a proteger caso você arraste o braço ou as costas na pedra na hora de passar na fenda.
  • Se tiver aquelas sapatilhas de praia também ajuda a não escorregar. No dia da gruta não tinha levado a minha e fui sem, mas acho que ajudaria se tivesse levado.
  • Se tiver lanterna de cabeça é melhor ainda, porque deixa suas mãos livres para apoiar e ao mesmo tempo ilumina o trajeto. O Alex vai com uma na frente, mas quem está atrás não pega todo o trajeto iluminado.
  • Leve GoPro para filmar o mergulho em baixo da água fluorescente.
  • Se tiver cotoveleira e joelheira você sairá da gruta sem nenhum arranhão (hahaha essa dica é exagero, mas na volta, que temos que voltar agachados e de joelho, dava tudo pra ter uma joelheira pra subir mais fácil).
  • Essa dica não depende de você, mas vale torcer muito para as outras pessoas que estiverem no passeio serem legais. Nós demos essa sorte, o que fez toda a diferença! Fizemos amizade e isso tornou passeio super divertido!

O passeio além da Gruta do Acaiá

Essa rota que fizemos com o Alex foi criada recentemente e, além da gruta, inclui algumas paradas para mergulho em praias muito lindas que também valem o passeio.

Nosso trajeto foi:
– Partida da Vila de Abraão. 
– Primeira parada: Praia de Aripeba, uma praia linda, pequena, com vegetação em volta. Demos o primeiro mergulho ali, estava cheia de peixes, vimos até tartaruga e estrela do mar. A água estava cheia de planta e um pouco de lixo por causa do vento dos dias anteriores. Uma pena, mas ainda assim ela é linda demais.

nde Passeio para a gruta de Acaiá Praia de Aripeba
Foto tirada pelo Alex

– Segunda parada: Praia de Ubatubinha. Uma praia um pouco maior que a anterior, mas ainda assim pequena e bem exclusiva. Tem uma pedra grande no meio da areia de onde tirei essa foto que fez sucesso no instagram (aliás, a viagem para Ilha Grande está toda salva nos destaques do Instagram. Segue lá pra conferir!)

Ilha Grande Passeio para a gruta de Acaiá Praia de Ubatubinha
  • Terceira parada: Gruta do Acaiá, que como contei acima, foi um dos lugares mais lindos que conheci.
  • Quarta parada: Praia de Itaguaçu, uma praia linda, super exclusiva, cheia de pedras. Tiramos fotos lindas por lá.
  • Quinta parada: Praia de Maguariquessaba, para almoçar no restaurante Peixe com Banana. O almoço estava uma delícia.

Depois do almoço, iríamos para a Lagoa Azul mas começou a chuviscar, o tempo fechou e estávamos todos super cansados. Preferimos voltar para a Vila, mas muito felizes com tudo que vivemos nesse passeio!

Informações Gerais

Como fechar o passeio: Fechamos com a Top Transfer, uma agência de transfer e passeios em Ilha Grande. Eles tem duas lojas nas ruas principais de Ilha grande. O passeio é feito com o Alex (instagram)
R$180 (inclui a taxa para entrar na gruta, água mineral, cooler com gelo pra levar a sua bebida). O almoço é pago à parte.
10h30 às 17h (mas pode variar de acordo com a maré).
Não é um passeio que sai todos os dias, pois depende das condições do mar e do vento! Por isso, assim que chegar em Ilha Grande, já pergunte por ele e organize o dia que irá fazer para não perder a oportunidade!

Combine uma viagem a Ilha Grande com Paraty. A cidade histórica tem muitos passeios legais e paisagens lindas. Veja aqui vários posts com dicas sobre Paraty.


Está sem tempo para pesquisar e montar a sua viagem? Entre em contato, que preparamos um Roteiro Personalizado pra você!

 RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG 

Onde dormirReserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Onde alugar carroPrecisa alugar um carro? Na RentCars  a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Onde comprar ingressosGaranta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! O TicketBar oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções! 

Seguro viagemE não esqueça do seguro viagem. Na  Seguros Promo o pagamento pode ser  em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigada! =)

Marianne Rangel

por Marianne Rangel

Meio carioca, meio niteroiense, é apaixonada por viagens, mapas e pôr do sol. Jornalista de formação, largou seu emprego estável onde trabalhava para viajar, e foi viver a vida incerta de travel blogger. Hoje viaja para trabalhar, e é muito mais feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.