< voltar
comes e bebes

Dicas de restaurantes em Munique

O que e onde comer na cidade

Atualizado em:

Uma das coisas mais importantes pra mim numa viagem é comida! Quem segue o Instagram do Despachadas sabe que amo conhecer novos e bons restaurantes no Rio de Janeiro, onde moro. Mas quando viajo isso não é diferente! Por isso, resolvi fazer uma lista com dicas de restaurantes em Munique e falar um pouco sobre as comidas típicas que você vai encontrar por lá!

Quando estive em Munique, em 2017, a secretaria de turismo de lá me mandou diversas dicas de restaurantes. Além disso, a Tati, do German Routes, foi uma querida e também me passou uma listinha super bacana dos lugares que ela mais gosta na cidade. Com essas dicas de duas fontes especialistas em Munique, só me restou seguir essas informações preciosas que eu tinha em mãos! Eu não tinha tanto tempo para experimentar todos os lugares que eu gostaria, mas conheci alguns e vou contar aqui nesse post.

O que comer em Munique

Se quiser conhecer a tradicional comida da Baviera, região onde Munique está localizada, você não pode deixar de provar alguns pratos típicos:

Brezen ou Bretzels

No Brasil são conhecidos como Pretzel. É apenas um pão  com uma massa mais densa, retorcido, e os tradicionais com um pouco de sal, mas também existem variações doces, principalmente em barraquinhas nas ruas. Os Bretzels são servidos em todos os restaurantes. Eu amo e lá em Munique comia o tempo todo!

Weisswurst

A tradução da palavra é salsicha branca. E é exatamente o que ela é, uma salsicha de vitelo mais gordinha, curta e na cor branca. Ela está sempre presente nos cafés da manhã da Baviera pois, por ser extremamente perecível, ela é tradicionalmente produzida pela manhã e deve ser consumida o quanto antes. Mas dizem ser uma orientação de antigamente, quando ainda não havia geladeiras. Hoje ela é consumida em qualquer horário, acompanhada de mostarda doce, bretzel e cerveja.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por • & (@despachadas) em

Schnitzel

Carne de vitela ou de porco cortada bem fina, empanada e frita e servida com batatas. É um prato bem típico na Áustria também.

Germknödel

Knödel é um bolinho de fermento cozido no vapor. O Germknödel é recheado com powidl, um molho de ameixa doce e é servido com creme, molho de baunilha e coberto com sementes de papoula. Não experimentei, mas é bem tradicional na Baviera.

Chucrute

O chucrute é um dos alimentos preferidos dos alemães e consiste em repolho fermentado. Quase todo prato de salsicha alemã que você pedir vai vir com chucrute. Eu não curto repolho então não provei. Mas quem gosta de repolho costuma adorar.

Apfelstrudel

É um doce de maça muito tradicional na Alemanha, composto de massa fina como um folhado, maçãs, passas, canela, farinha de rosca e açúcar.  Geralmente é servido com sorvete ou um creme de baunilha.

Além desses, tem outros pratos típicos como diversos tipos de salsichas, uma massa de ovos (Spätzle) ou bolinhos de peixe (Fischbrötchen), mas não consegui provar tudo!

| Vai para Munique? Não esqueça do Seguro Viagem obrigatório.
Aqui tem 5% de desconto |

Onde comer: Restaurantes em  Munique

Para provar a comida tradicional de Munique, há muitas opções de restaurantes que você deve conferir. Mas você também vai encontrar várias opções de comidas de outros países, caso queira variar o tipo de gastronomia.

Hofbräuhaus $$$

Esse aqui estava na sugestão da secretaria de turismo, na lista da Tati, do German Routes e em todos os guias de viagem do Brasil e exterior. Ou seja, é aquele Must do de Munique. Vá nele mesmo se não quiser consumir nada, pela fama e valor histórico do local. É, talvez, a cervejaria mais famosa do mundo e tem uma história interessante.

No século XVI, a Baviera ainda não era uma nação que bebia tanta cerveja, pois era cara. Por isso, em 1589, o duque Wilhelm V encomendou a construção de uma cervejaria. Pretendia-se fornecer cerveja ao Tribunal Ducal e, assim, reduzir as despesas estatais em cerveja. A cervejaria logo ficou conhecida como Brown Hofbräuhaus pois era escura e  forte. Em 1610, esta cerveja era reservada exclusivamente a membros e funcionários da Corte Ducal.

O Hofbräuhaus teve que ser expandido para lidar com a crescente demanda. A cerveja, apesar de muito popular, não era tão boa. O Duque Maximilian decidiu  comprar a experiência necessária para fabricar uma cerveja de qualidade. Em 1614, ele levou um famoso mestre cervejeiro para Munique em troca de um salário muito bom. A nova bebida que ele produziu ficou muito popular entre os clientes. Durante muito tempo, a Hofbräuhaus foi a única cervejaria da Baviera autorizada a fabricar cerveja forte e branca. Diz-se que no século XVII, as vendas de cerveja e os impostos sobre ela trouxeram entre 30 e 50% da renda do estado da Baviera.  Somente em 1798 a família dominante Wittelsbach renunciou a seus direitos exclusivos à cerveja branca e, em 1810, também renunciou a seus direitos exclusivos à cerveja forte. Apenas em 1828, a cervejaria Hofbräuhaus foi aberta ao público, deixando de ser um privilégio da corte, por ordem do rei Ludwig I. Ele também ordenou que os preços fossem reduzidos para que todas as classes sociais tivessem acesso. 

O público diário da Hofbräuhaus am Platzl pode chegar a 35.000. Uma grande parte destes clientes são regulares. Atualmente, 120 grupos diferentes de frequentadores se reúnem na Hofbräuhaus. Muitos deles não apenas têm sua própria caneca de cerveja pessoal dentro de um armário, como também pagam com sua própria moeda – o token de cerveja. Esses tokens são emitidos pela cervejaria. Eles são válidos apenas na Hofbräuhaus e nas tabernas associadas. Os tokens de cerveja são sempre trocados por um Maß, uma quantidade específica de cerveja cuidadosamente medida.

Os eventos animados na taverna atraíram muitos visitantes conhecidos, como Lenin., Mozart e a Princesa Sissi, filha do duque Maximilian Joseph da Baviera.

Para completar a lista de motivos para que você conheça a cervejaria, no salão principal tem uma banda que toca músicas típicas, todos vestidos a caráter, e de tempos em tempos ao tocar uma determinada música tradicional, todos levantam seus canecos e brindam, cantando e dançando! É imperdível!

 https://hofbraubh.com.br/

cervejaria munique

Viktualienmarkt  $-$$$

É o mercado principal de Munique e funciona ao ar livre. Cerca de 110 comerciantes vendem frutas, legumes, frutas tropicais, carne, caça, aves, queijo, peixe, pão e assados, temperos, flores e muito mais em uma área total de 18.591 metros quadrados.  Também tem vários restaurantes nos arredores e um Biergarten que oferece todas as marcas famosas de cerveja da cidade (mas não todas de uma vez, elas se revezam por semana), e funciona mesmo quando o tempo está frio. Estava lá em março e sempre tinha gente nos mesões de madeira.

https://www.mein-viktualienmarkt.de/

Viktualienmarkt

Nordsee  $$

Essa é uma opção para quem quer comer algo rápido. É como um fast food de frutos do mar. Você escolhe a sua porção de frutos do mar frescos, eles pesam e pronto. Você pode levar para comer em algum parque ou nos bancos de madeira das ruas. Tem em muitos lugares da Europa, e já vi também em aeroportos. Esse de Munique fica em frente aos bancos da Viktualienmarkt.

https://www.nordsee.com/de/

Nordsee onde comer em Munique

Maelu $$

Eu amo doce. Passei na frente da vitrine e babei nos vários doces que tinha. Quando olhei o nome do lugar reconheci que tinha visto na lista da Tati. Já estava quase fechando, entrei correndo pra garantir os meus doces. Mas comi tão correndo que não tirei fotos! 🙁
Os doces são lindos e deliciosos, dá uma olhada no site!

https://maelu.de/en/

Spatenhaus  $$$

Esse restaurante também estava na lista da secretaria de turismo e da Tati. Estávamos pela região e resolvemos experimentar! Tem vários ambientes, todos lindos, de madeira, aconchegante. O atendimento é sério e formal, mas educado. A comida estava divina, desde o pretzel que oferecem de aperitivo até o prato principal. Não comemos sobremesa, mas pela qualidade do restaurante, imagino que devam ter boas opções. Fica em frente a Ópera.

https://www.kuffler.de/de/restaurant/spatenhaus/

Hans Im Gluck $$

Hamburgeria gourmet, tem algumas espalhadas pela cidade. O Hamburger é super saboroso. Tem opção de pedir batata doce frita, em vez de batata comum.

https://hansimglueck.com/

Cotidiano $$

É um café super bonitinho, que serve café da manha, brunch e refeições leves. Um bom lugar para fazer uma pausa nas andanças. Tem várias lojas pela cidade.

https://www.cotidiano.de/

Cotidiano Café em Munique

L`Osteria  $

Restaurante italiano, com uma decoração super cool. Fui na filial que fica perto da Estação Central, porque era perto do meu hotel. Comemos uma pizza deliciosa, pedimos uma pra dividir pois não estávamos com muita fome. Mas a pizza é tão gigante (embora seja fininha) que ainda sobrou e o preço é ótimo! Também comemos um tiramisú que estava bom.

https://losteria.net/en

Haxnbauer  $$$

Infelizmente não tive tempo de conhecer, mas recebi varias recomendações para provar o melhor Einsben (joelho de porco) da Alemanha.  Ficou pra uma próxima visita!

https://www.kuffler.de/de/restaurant/haxnbauer/

Essas são só algumas opções dentre as centenas de lugares deliciosos para conhecer em Munique!

Aproveite e veja aqui um post com informações práticas de Munique.

Espero que gostem e que aproveitem muito essa cidade!


Está sem tempo para pesquisar e montar a sua viagem? Entre em contato, que preparamos um Roteiro Personalizado pra você!

 RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG 

Onde dormirReserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Onde alugar carroPrecisa alugar um carro? Na RentCars  a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Onde comprar ingressosGaranta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! O TicketBar oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções! 

Seguro viagemE não esqueça do seguro viagem. Na  Seguros Promo o pagamento pode ser  em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigada! =)

por Marianne Rangel

Meio carioca, meio niteroiense, é apaixonada por viagens, mapas e pôr do sol. Jornalista de formação, largou seu emprego estável onde trabalhava para viajar, e foi viver a vida incerta de travel blogger. Hoje viaja para trabalhar, e é muito mais feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.