roteiros

Como ir de Amsterdam para Bruges

14 jan 2016
Melhor forma de ir de Amsterdam para Bruges
Como ir de Amsterdam para Bruges

Bruges é uma cidadezinha medieval  cheia de história e beleza, que fica no meio do caminho entre várias cidades, possibilitando uma passadinha, já que é pequena e possível de desbravar em 1 dia. Muita gente me pergunta como ir de Amsterdam para Bruges, por isso fiz esse post para mostrar como é simples visitar essa linda cidade a partir de Amsterdam.

Existem várias maneiras de passar por Bruges. A maior parte das pessoas  vai a partir de Paris. Algumas passam o dia e voltam, outras fazem apenas um pit-stop e seguem viagem pra Amsterdam no mesmo dia. Também tem a opção de ir de Amsterdam para  Bruges, que foi a que eu fiz, com ida e volta no mesmo dia, e por conta própria, o que deixa o passeio mais barato do que se fosse através de uma agência.

Como ir de Amsterdam para Bruges

O primeiro ponto a saber é: você obrigatoriamente terá que fazer baldeação. Existem duas opções de combinação indo de trem e você poderá pesquisar através do site da NS Internacional.

  • Thalys + Intercity – Essa opção geralmente é mais cara pois o Thalys faz o trajeto mais rápido (1 ou 2 paradas)
  • Intercity em todos os trechos – Essa opção geralmente é mais barata pois a duração é maior ( 2 ou 3 paradas)

Digo geralmente pois em alguns horários a opção com Thalys é mais barata.

Como ir de Amsterdam para Bruges

Site de passagem de Amsterdam para Bruges

Duração e preço: Esses dois pontos variam de acordo com o dia e horário, por isso não tenho como colocar um valor fixo aqui. Para saber quanto tempo vai levar sua viagem e quanto vai gastar, entre no site na NS Internacional e simule sua viagem escolhendo a opção que atende às suas necessidades. A passagem é liberada para consulta e compra com antecedência de 3 meses.

A minha opção foi: Ida via Bruxelas (com 2 paradas) pela Intercity e a volta pela Thalys + Intercity (com 1 parada apenas).

Como a ida seria bem cedo, não me importei da viagem ser mais demorada, assim pude ir dormindo até chegar lá, e ainda paguei mais barato. Na volta, como estaria cansada, optei pelo trem mais caro, porém com menor duração, me permitindo chegar  mais rápido em Amsterdam.

A maior diferença entre essas duas opções, além do preço, é que pelo Thalys, o seu lugar é marcado e o horário é fixo, ou seja, se você comprou seu trem partindo de Buges às 20h, só poderá pegar este trem. Já o Intercity não tem lugar marcado e você pode pegar o trem de qualquer horário do dia em que comprou o ticket.

Existe também a opção de ir de ônibus, que é mais barato, porém a duração da viagem é de mais de 4 horas, o que inviabiliza uma viagem bate-volta.

  • Tem dúvidas sobre como decidir se faz um bate-volta ou um pitstop? O Viaje na Viagem tem um post prático e fácil de entender, com o qual compartilho a minha opinião. Leia aqui e aprenda a decidir suas paradas em viagens!

 

Caso prefira dormir uma noite em Bruges para depois seguir viagem, AQUI tem opções de hotéis para se hospedar por lá!

[Quer receber mais dicas de viagem?]

Curta nossa página no Facebook
Siga o nosso perfil no  Instagram e no Pinterest
Assine o blog 


Está sem tempo para pesquisar e montar a sua viagem? Entre em contato, que preparamos um Roteiro Personalizado pra você!

 RESERVE SUA VIAGEM USANDO NOSSOS LINKS PARCEIROS E AJUDE O BLOG 

Onde dormirReserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Onde alugar carroPrecisa alugar um carro? Na RentCars  a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Onde comprar ingressosGaranta sua entrada antecipada nas atrações e evite filas! O TicketBar oferece ingressos para as atrações, tours, passeios de bike, barcos e muitas outras opções! 

Seguro viagemE não esqueça do seguro viagem. Na  Seguros Promo o pagamento pode ser  em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto. 

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigada! =)

Marianne Rangel

por Marianne Rangel

Meio carioca, meio niteroiense, é apaixonada por viagens, mapas e pôr do sol. Jornalista de formação, largou seu emprego estável onde trabalhava para viajar, e foi viver a vida incerta de travel blogger. Hoje viaja para trabalhar, e é muito mais feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *